quarta-feira, 27 de junho de 2018

Como economizar na hora de comprar materiais para sua construção?



Está pensando em construir ou já está na fase de construção? Esse é um momento que muitas pessoas esperam em suas vidas, alcançar a tão sonhada casa própria, uns começam com uma reserva de dinheiro, e outros vão fazendo as coisas encaixando no orçamento, mas muitos não sabem que a compra de materiais é a parte da obra que mais precisa ser bem administrada.

As pessoas começam a construir, aí naquele encantamento todo de início de obra, sai comprando tudo o que veem pela frente, colocam a carroça na frente dos bois e acabam tendo prejuízos no futuro.

Por isso que neste artigo vamos dar algumas dicas à você de compras de materiais que serão valiosas para que sua obra possa ser realizada com orçamento estimado ou até abaixo do esperado.

Planejar a compra de materiais

Ter um planejamento de obras é fase fundamental para não acabar tendo a obra parada por falta de materiais. Como dissemos acima, muitas pessoas saem comprando aquilo que veem pela frente sem nem mesmo saber em qual fase da obra aquilo será utilizado.

Sei que no início da construção, o dinheiro investido parece invisível, já que está todo lá na parte da documentação, planta e fundação da casa. Entretanto, essas fases são extremamente importantes.

Quando se tem um orçamento mais apertado, gastar com coisas que não fazem parte da necessidade naquele momento, pode ser comprometedor para o andamento de sua obra.


Por exemplo, imagina que você está na fase de reboco, mas decidiu comprar todas as torneiras, chuveiro e acessórios para sua casa antes mesmo de comprar o revestimento ou ainda antes de comprar todos os matérias necessários para finalização do reboco.

De que adianta comprar materiais que só serão utilizados lá mais pro final da obra se você ainda não gastou com o trivial?


Não comece sua obra como uma pessoa louca sem limites, mostrando que tem dinheiro, abrindo o cheque ou passando o cartão de crédito em tudo quanto é lugar. Saiba pechinchar durante a compra de materiais, pesquise preço, faça orçamentos e tente pagar o máximo que você puder à vista.

As pesquisas de mercado comprovaram que pode haver diferenças de preço de até 200% entre lojas de materiais de construção. Isso somados ao final podem ser decisivos para a compra de um material que você terá que abrir mão no final, caso não tenha esse controle e organização desde o início.

Ao se deparar com a mocinha simpática das lojas de materiais de construção, é difícil negar o parcelamento tentador que ela oferece no cartão de crédito, mas isso é uma cilada. Porque você só estará adiando sua dívida mais para frente.

Muitas vezes, o pagamento à vista te permite pedir bons descontos, se você orçar até os sacos de cimento, verá que lá na frente isso fará uma grande diferença no orçamento final de sua obra.


Fazer as compras pela internet é um método muito eficaz para economizar na compra de materiais, mas é preciso ficar atento ao site que você irá fazer a compra, atentando-se  para fazer compras num site seguro.

Há materiais que podem ser encontrados com preços bem mais acessíveis pela internet, mas você também pode ir à uma loja física comprovando o preço mais em conta de um determinado site e tentar fazer uma negociação.

Faça uma planilha de gastos com a compra de materiais e preencha como está sendo o desenvolvimento de sua obra. Tendo um cronograma do quanto você pretende gastar por mês e ao longo da obra, fará com que você mesmo se policie mais na hora de fazer as compras.

Saber aproveitar as promoções

Não fazer compras no momento em que determinado produto é desnecessário, não significa que você não deve pesquisar preço e continuar de olho em algum certo produto que será utilizado mais para frente.

Estar sempre à par do preço dos materiais que você quer comprar, te permitirá distinguir quando realmente estiverem fazendo um preço promocional, e é aí que você irá aproveitar para comprar com antecedência.

As vezes as pessoas pensam ‘Vou esperar a blackfriday para comprar aquele chuveiro que eu tanto quero’, aí chega a tal data, o produto nem está com o preço mais em conta e você vai lá e efetua a compra, ou seja, perdeu dinheiro à toa.

Novamente gostaria de enfatizar a importância de você se planejar, se você fizer uma listagem de materiais, você terá maior controle sobre aquilo que precisa comprar, e verá que aproveitar as promoções também faz uma diferença considerável no gasto final de sua obra.

Mas veja bem, comprar materiais mais em conta ou comprar da promoção, não significa que você irá adquirir materiais de má qualidade, você precisa ter em mente que a qualidade de um material faz com que sua durabilidade seja maior também.

Compre a quantidade certa

É normal as pessoas exagerarem na compra de materiais por medo de faltar alguma coisa, o problema é que ninguém enxerga que tudo isso vira material perdido.

E quando digo perdido, significa muitas vezes até sumido. Isso porque muitos materiais que sobram acabam sendo levados embora, até mesmo por prestadores de serviço, por acharem que ‘já que você não usou, não usa mais’.

Na maioria das vezes não usa mesmo, o restante dos materiais acabam indo para o esquecimento de um depósito, uma caçamba ou até mesmo doado à outra pessoa. Mas é aí que te pergunto, por que comprar à mais do que você sabe que não precisa?

Apenas os revestimentos e alguns outros materiais com caráter de exclusividade podem ser comprados com uma porcentagem um pouco maior do que o necessário,  caso haja necessidade de trocar alguma peça futuramente.

Comprar materiais em exagero é jogar fora o dinheiro que poderia estar investido em outra coisa para sua construção. Então não caia no exagero, tenha a planilha de gastos em mãos e compre sempre a quantidade certa.

Venda as sobras


Se você já está construindo e não deu tempo de ver a dica anterior, saiu comprando o dobro de tudo porque ficou com medo de faltar, ainda tem uma saída.


Apesar da construção civil estar mais lenta, ela não para. E o tempo todo tem gente construindo e consequentemente, precisando de materiais. 


A dica para você não ficar no prejuízo é vender as sobras dos materiais que estão sem utilidade em sua obra. 


Anuncie em grupos do facebook, em sites de desapego ou mesmo no jornal. Sempre tem alguém precisando.


Outra opção é fazer permuta, de repente uma pessoa tem algo que você precisa e está precisando daquele material que você tem.




Contrate um arquiteto ou engenheiro

Além de ser obrigatório a contratação desse profissional para a execução da planta de sua construção de acordo com a lei, a experiência do arquiteto e do engenheiro será essencial para te auxiliar quanto aos materiais que realmente devem ser comprados e qual a prioridade que você deve dar a cada um deles.

Gostou das dicas apresentadas neste artigo? Então deixe seu comentário e nos diga se você já cometeu alguns dos erros citados aqui e se tem mais alguma dica a acrescentar no que se refere à compra de materiais.



                                                                  

sexta-feira, 27 de abril de 2018

COMO DECORAR UM PORTA CHAVES EM MDF PASSO A PASSO


O porta chaves é um íten indispensável de se ter numa casa. Eles podem ser simples, mais incrementados ou divertidos, e cumprem uma função super importante: MANTER A ORGANIZAÇÃO.

Quantas foram as vezes que você precisava sair de casa correndo e não lembrava onde colocou a chave do carro? 

Com o portas chaves você economiza esse tempo de precisar procurar as chaves perdidas todos os dias, e ainda tem a oportunidade de dar um UP na decoração com um porta chaves diferente.

Aqui no blog, já fiz uma postagem com ideias diferentes e divertidas de porta chaves que você mesmo pode fazer em sua casa. Se você ainda não viu a postagem. Clique aqui >>> Porta chaves.

Como na minha casa não é diferente, sempre que tínhamos que sair era a maior perda de tempo só para procurar as chaves do carro ou da porta.

E num dia desses por aí, andando numa dessas lojinhas de artesanato que encontramos um porta chaves em MDF, e como sou uma pessoa que ama artesanato e customização decidi fazer o meu próprio porta chaves.

O post de hoje está mega especial, pois eu sempre gosto de fazer alguns artesanatos e customizações mas nunca pensei em colocar aqui no blog, mas pela primeira vez trouxe para vocês o passo a passo de como eu mesma fiz a customização. Vamos lá?

Materiais - Os materiais que utilizei foram sendo comprados conforme as ideias iam surgindo, e também usei coisas que já tinha em casa, mas utilizei :
  • Porta chaves;
  • Tinta fosca branca;
  • Lixa;
  • Pincel;
  • Flores;
  • Termolina;
  • Guardanapo;
  • Espelho;
  • Barbante;
  • Flores.
PASSO 1 - De início, lixei todo o porta chaves em MDF, para remover todas as partes mais porosas.
              
PASSO 2 - Em seguida removi todo o pó que ficou no porta chaves com o auxílo de um pano úmido. Depois pintei todo o MDF. Obs: Passei só uma demão pois a primeira camada já deu uma boa cobertura.
              
              
PASSO 3 - Como ele tem uma parte como se fosse um vasinho na frente, eu comprei algumas florzinhas artificiais amarelinhas e apenas coloquei. Mas como achei que ainda faltava alguma coisa, eu tinha alguns guardanapos decorativos e colei uma fita de guardanapo na extremidade da janela.
A parte da fita do guardanapo é dourada, então achei que ficou bem bonito e combinou com o tom das flores. 
A colagem foi feita com termolina, se você for colar o guardanapo, cuidado pois ele é bem sensível e rasga fácil.
Esses guardanapos podem ser encontrados em lojas de artesanato e tem várias estampas.

              
              
PASSO 4 - Chegou o passo final, quando fiquei na dúvida entre colocar um vidro chamado 'silésia' ou um espelho. Mas decidi pelo espelho mesmo. Colei ele atrás da madeira com silicone. E também amarrei um barbante nos dois furos para pendurar o porta chaves.
               
E prontinho, agora temos um lindo porta chaves decorado pra não ter mais desculpas com desorganização.

Veja só o resultado final... só ignorem o dedinho ali porque ainda não penduramos ele rs ...
               



Espero que tenham gostado do post de hoje, que foi o primeiro DIY feito por mim mesma e apresentado aqui, comente se você gostou e compartilhe em sua rede social para inspirar ainda mais pessoas.



terça-feira, 27 de março de 2018

PORCELANATO LIQUIDO


O porcelanato líquido está num dos assuntos de casa e construção mais falados atualmente e diversas são as dúvidas que rondam esse material, por possuir diversos tipos de acabamentos , e também por sua característica final, que predomina um brilho intenso, além de uniformidade, sem a existência das juntas.

 Mas esse não é um material recente não! Ele já vem sendo utilizado principalmente em pisos nas indústrias e hospitais por exemplo. O revestimento em porcelanato que você tanto admira hoje também foi uma criação direcionada para as industrias e acabou sendo super adepto em residências.
Apesar de o nome, o porcelanato líquido trata-se de uma resina, ele apenas recebeu e se popularizou com este nome, devido ao efeito visual que se aproxima muito ao revestimento com porcelanato.
O porcelanato líquido é uma junção de três ingredientes: resina, autonivelante e endurecedor, que ao serem misturados e aplicados resultam no efeito tão cobiçado atualmente.
Como muitas empresas começaram a fornecer esse serviço para residências, atualmente, tornou-se possível encontrar esse material com preços mais acessíveis, apesar de muitas vezes eu incentivar aqui no blog o estilo 'faça você mesma' esse serviço requer mão de obra especializada para sua aplicação, para que fique um acabamento bonito além de um profissinal capacitado a saber qual o material correto a ser utilizado.

Pode ser encontrado nas cores sólidas ou o porcelanato líquido transparente, além disso seu acabamento pode ser fosco ou brilhoso. Com o efeito da transparência há muitas ideias que podem ser utilizadas, como aplicar um adesivo de alta resistência no piso antes da aplicação do porcelanato líquido, ou até mesmo aplicar o produto sobre objetos como pedras, moedas, tampinhas de garrafa, gliter e por onde for sua criatividade. Por possuir tantas opções, ele pode ser utilizado para qualquer estilo de decoração.







O porcelanato líquido pode ser utilizado em qualquer ambiente e aplicado sobre diversas superfícies,  por sua propriedade autonivelante, sua espessura pode varir entre 1mm à 5mm de espessura.Trata-se de um material de fácil limpeza também e por não possuir juntas é considerado até mais higiênico que os revestimentos convencionais.


 O que vale agora é usar sua criatividade e deixar sua casa ainda mais bonita com a nova tendência do porcelanato líquido para residências, só vale lembrar que isso é um piso, não é algo que você irá ficar trocando, portanto vale a criatividade com consciência. 

CORTINA NA PIA

A parte inferior da pia pode ser 'escondida' com diversos tipos de materiais, como acrílico, madeira, alumínio e até mesmo vidro. Inclusive aqui no blog já fiz uma postagem de inspirações de pias com fechamento em vidro, se você não viu, clique aqui >>> Fechamento em vidro.
O fechamento dessa área é essencial, pois deixa as pequenas bagunças escondidas, além de que evita o acúmulo de pó nos utensílios guardados neste local e também proporciona um aspecto visual mais bonito, mas as vezes as opções citadas acima acabam ficando um pouco fora do orçamento, é aí que entra a opção das cortinas.

As cortinas para a pia é um sistema usado a bastante tempo, combinam muito com decorações mais simples, rústica e minimalistas, acredito que para uma decoração mais moderna e luxuosa fica um pouco desproporcional, entretanto tudo vai depender do seu gosto pessoal também.
Elas podem ser feitas com diferentes tecidos e estampas e deixam um charme todo especial na decoração, apesar de simples.




Para finalizar o post de hoje, veja na foto a seguir como a cortininha faz toda a diferença dando um toque especial e fofo na decoração.
E você que está com a sua pia como na primeira foto da @umsonhodecasa que tal depois de todas as inspirações escolher uma cortininha para colocar na sua pia?! Você nem precisa comprar ela pronta, pode apenas comprar o tecido e fazer você mesma!